guanajuatoMexicoCity.com

 

O melhor guia online de Guanajuato

Mina La Valenciana, Guanajuato

As fortunas de Guanajuato foram construídas sobre as riquezas descobertas nas profundezas da cidade, os veios de prata que atravessavam as colinas circundantes. A Mina La Valenciana era a mais profunda e extensa rede mineira da região, que extraía vastas quantidades de prata. A parte superficial da mina foi restaurada ao modo de como era no pico da operação durante o século XVII e permite aos visitantes a oportunidade para descer os primeiros 60 metros dos poços da mina.

Guia Turístico sobre a Mina La Valenciana, Guanajuato

O complexo da Mina La Valenciana situa-se 7km a norte de Guanajuato, no topo de uma das numerosas colinas que rodeiam a cidade. Os $30.00 pesos de entrada pagam a descida pelo túnel e em teoria a taxa é requerida apenas para a entrada no poço da mina, portanto o resto do complexo é grátis para visitar. No geral, o complexo da mina e a mina são uma atração turística agradável, que demora cerca de 30 minutos a 1 hora para explorar e devem ser visitadas como parte de qualquer visita ao Templo La Valenciana.

Mina La Valenciana

Os edifícios do século XVII do principal complexo mineiro

Análise da Mina La Valenciana, Guanajuato

O poço da mina estende-se por 60m abaixo da superfície por túneis, que foram demolidos com dinamite e não são apropriados para turistas com problemas cardíacos, de coluna ou que sejam claustrofóbicos. Ao fundo das escadas a passagem da mina possui uma iluminação fraca para recriar a iluminação pobre de vela com que os mineiros trabalhavam. A passagem termina numa grande caverna com um equipamento de perfuração atual e as paredes exibem sinais do minério de prata. O cenário arrepiante deste lugar envolve duas pequenas passagens, que conduzem à parte mais profunda da rede mineira. A partir deste lugar, os mineiros teriam que rastejar quase na escuridão total.

O restante do complexo mineiro foi restaurado ao aspeto que possuía durante o período da vice-realeza (século XVII) e em exposição estão instrumentos mineiros e equipamento. O posto foi recriado com rebordos e detalhes das operações mineiras. Uma visão arrepiante é de um mineiro, cujo corpo foi mumificado. O caixão está aberto para todos os visitantes poderem observar.

Guanajuato prata

Os instrumentos antigos para o comércio de prata

Infelizmente existem poucas descrições dentro dos edifícios mineiros, nenhum está descrito em Port e a visita guiada por antigos mineiros é apenas realizada em Espanhol. Decepcionantemente, alguns guias descrevem a Mina La Valenciana como “nada que valha a pena visitar”. É verdade que o poço da mina é curto, mas o complexo inteiro é merecedor da visita quando associado com o magnífico Templo La Valenciana.

O Guia e a História da Mina La Valenciana, Guanajuato

O enorme veio de prata de La Valenciana foi descoberto em 1750 e as operações mineiras iniciaram-se em 1774. A mina tornou os donos Espanhóis e os Condes de Valenciana extremamente abastados.

As reservas de prata de Guanajuato eram enormes e produziam 20% do total de prata da época, enquanto a Mina La Valenciana escavou cerca de 30% do total anual de prata a nível mundial. Sob a superfície, até 3,300 indígenas Mexicanos foram escravizados e forçados a trabalhar para os Nobres Espanhóis e por ventura para a Realeza Espanhola, mas em retorno foi construído o Templo La Valenciana para eles poderem rezar e se congregarem na sua nova religião.

O antigo bar no complexo mineiro

O antigo bar no complexo mineiro

Depois da independência do México em 1821, foram atribuídos salários aos mineiros que trabalhavam na Mina La Valenciana, mas a mina tornou-se precariamente perigosa à medida que a profundidade do poço da mina aumentou. A rede do poço e do túnel estendem-se 600m para o interior da colina e era iluminada por tochas flamejantes, algumas das quais deixaram marcas que podem ser observadas, queimadas nas paredes do túnel. Os visitantes já conseguem ter uma sensação do isolamento, perigo e claustrofobia apenas a 60m de profundidade.

Uma pequena figura de Maria está esculpida numa parede de pedra, para que os mineiros pudessem rezar antes de descer para o que era considerado como as “profundezas do inferno”. Os mineiros supersticiosos podiam agradecer a Maria por protegê-los e pelo seu seguro regresso. Esta estátua está presente no fundo do primeiro lanço de escadas, à direita.

pt - uk es it de fr

GuanajuatoMexicoCity.com

Booking.com Guanajuato El Pipila